Um dia sem e-mail para estimular comunicação. “Hein???”

Postado em Atualizado em

dia sem e-mail

Isso, mesmo. A iniciativa veio de uma empresa de tecnologia, a Intel. Meu voto é sim, porém hoje eu mesmo faço meu dia sem e-mail, decido não abrir. Claro que isso resolve para assuntos pessoais, mas nas empresas se você fizer isto, pode estar prejudicando a equipe ou algum trabalho. Daqui a pouco haverá o dia sem blog, o dia sem intenet, o dia sem telefone, o dia sem trabalho e assim por diante. O que mais me deixou intrigado foi o título: [… para estimular a comunicação.]

Só um esclarecimento, o e-mail é uma ferramenta de comunicação assíncrona, ou seja, você se comunica sem necessariamente estar presente ao mesmo tempo, on line, diferente do chat, que é síncrono ou seja as pessoas devem estar conectadas ao mesmo tempo. Mas em qualquer destes meios se perde a percepção semântica e também outros sinais de comunicação como a expressão corporal, facial e a modulação da voz que comunicam muito mais que simples palavras escritas, sejam elas de próprio punho ou digitais.

Para completar, uma curiosidade. David Olgivy tinha algumas respostas simples para as cartas que recebia. Sim e Não. Mais binário que isto impossível, mas pense, na maioria dos casos é só isso que basta, ai vem a pergunta: Porque não?. Acho que as pessoas querem e precisam de argumentos, desejam ser convencidas de algo ao ponto de não bastar uma resposta direta. Bem, perdi o foco do tema, isso pode ser outro post. Confira a matéria da BBC abaixo.

Todas as sextas-feiras, 150 engenheiros da Intel devem recorrer aos antigos meios de comunicação e conversar com os colegas cara a cara ou pelo telefone.

O uso do e-mail não é totalmente proibido, mas a idéia é estimular os funcionários a interagir entre si sem usar o teclado de um computador.

O presidente da Intel, Paul Otellini, criticou engenheiros que “se sentam a cubículos de distância e que enviam e-mails, quando poderiam simplesmente se levantar e conversar”.

Outras empresas que tentam diminuir a dependência dos funcionários em relação à comunicação eletrônica dizem que iniciativas deste tipo melhoraram a produtividade.

Produtividade

A idéia que por trás do “dia sem e-mail” não é nova nos Estados Unidos.

No ano passado, a companhia de logística PBD lançou a mesma iniciativa depois que o presidente Scott Dockter suspeitou que a “dependência” da comunicação eletrônica prejudicava a produtividade dos funcionários.

Quatro meses mais tarde, a empresa divulgou que a campanha havia sido um sucesso: havia melhorado o trabalho em equipe, a satisfação dos clientes e aumentado a rapidez na resolução de problemas.

De acordo com uma pesquisa feita pelo instituto de pesquisa americano The Radicati Group, indivíduos no ambiente de trabalho enviaram uma média de 37 mensagens eletrônicas por dia em 2006, e as projeções indicam que este número vai crescer para 47 até o fim deste ano.

Outro estudo, conduzido por pesquisadores das universidades de Glasgow e Paisley, na Grã-Bretanha, apontou que um terço dos usuários de e-mail se sentia estressado pelo grande volume de mensagens que recebiam.

Educação digital

Mario Hare, da Universidade de Paisley, acredita que ficar um dia sem acessar e-mail pode ser benéfico, principalmente entre pessoas que precisam se concentrar por um período longo de tempo.

Mas há quem não concorde com a idéia.

“Em vez de cortar o uso do e-mail no fim de semana – o que significa dedicar grande parte da segunda-feira respondendo às mensagens da sexta-feira – as empresas precisam educar seus funcionários a usarem os e-mails da forma adequada”, avalia Alan Elliot, diretor de desenvolvimento de negócios da empresa especialista em e-mails Mirapoint.

Além do dia sem e-mail, a Intel ainda introduziu o Quiet Time (algo como “hora da tranqüilidade”, em tradução livre) na rotina dos funcionários.

A prática oferece aos funcionários a possibilidade de ficar desconectado da internet algumas horas do dia, uma vez por semana.

E ai? acabei de criar meu dia sem algo, não leio meus e-mails na sexta e nem atendo o celular.

Enjoy!

[ O dia sem comprar nada já existe há tempos no meu calendário… rs]

4 comentários em “Um dia sem e-mail para estimular comunicação. “Hein???”

    Fernando Paes disse:
    abril 17, 2008 às 12:19 pm

    este tipo de açao é legal… estimula a conversa cara-cara… hoje quase esquecida e distante, se tudo pode ser resolvido pelo seu monitor, pra que levantar, ir até a outra sala…

    Jessica Bizinelli disse:
    abril 17, 2008 às 1:37 pm

    Da pra ter um dia sem atender telefone?
    Pra quem trabalho como recepcionista o telefone se torna beeem mais estressante que o email.🙂

    Adoro seus posts, Robson!

    Fernando Paes disse:
    abril 18, 2008 às 11:17 am

    e aí robson, conheço sim o AC. Excelente professor e profissional… ele trabalha atualmente na aerocomunicacao…
    Abs…

    Bruna Pires disse:
    abril 18, 2008 às 3:07 pm

    O dia sem redes sociais poderia estimular a comunicação?
    Casos e casos né Robson?
    Há quem saiba utilizar as ferramentas disponíveis, há quem não saiba.
    Enfim!

    Beijoca e aparece no meu blog também.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s