consumo e consumismo

Postado em Atualizado em

Pessoas, retomo aqui o assunto sustentabilidade. Não sou um nem o exemplo de ecologista, xiita, ou natureba, quem me conhece sabe que sou a pessoa comum, ou quase comum, mas isso não vem ao caso. O que eu quero dizer é que quando resolvi fazer Publicidade, pensava em ser o F*dão, selva de leões na estante, muita grana. Pois bem, no meio do curso me avisaram que era um curso de comunicação social, ainda bem. Enfim, com quase 20 anos de profissão publicitário, fora outros projetos e não são poucos (outro momento a gente pode conversar sobre isso). O consumo sustentável, o que parece a primeira vista um paradoxo, dá pra ser sustentável? digo que sim. O difícil é dizer para uma pessoa de um país subdesenvolvido que ele não vai ter ou poder comprar um carro, afinal as pessoas dos países desenvolvidos já tem e não tem mais espaço para isso. Imaginou a cena? pensa que mal, campanha para carros são tão legais.  É gostoso criar pra a indústria automobilística, digo que as campanhas de cigarros eram muito mais bacanas , cada um na sua, o sucesso, o fino que satisfaz, tinha até tri-campeão mundial de futebol depondo a  favor do cigarro, cert0? e hoje não existe mais.  Se cada um fizer a sua parte, mas qual parte você deve estar perguntando-se, escolha algo para começar, por exemplo, selecionando o lixo. Não passa coleta seletiva na sua cidade? mobilize-se e faça uso dessas 5 palavras: reduza, reutilize, repense, recuse e recicle. O primeiro passo para o consumo sustentável é você adquirir produtos que realmente necessita de empresas comprometidas com a sustentabilidade e a ética. Que dizem não ao tabalho escravo, que tratam seus resíduos, que buscam alternativas renováveis , que possuem projetos de desenvolvimento regional sustentável, que comprovadamente contribuem não só para a preservação da natureza, mas de toda a vida. Uma boa dica sobre o assunto é você acessar o site Mercado ético, que tem a Christina Carvalho Pinto como arquiteta,  o conteúdo é muito bom e você pode também acompanhá-la na TV ideal e na Rádio CBN. Retomando o assunto. E como vou fazer propaganda? com ética, enquanto não chega um post novo, curta essa ação da Saatchi & Saatchi . Enjoy :c)

wwfpaperdispenserjh0

Mais uma midia alternativa inteligente, passando mais uma mensagem de preservação ao meio ambiente. O WWF, para criar a conscientização ao consumo do papel, que causa o desmatamento, desenvolveu junto com a Saatchi & Saatchi, Copenhagen – Dinamarca, um dispenser de papel toalha com uma silhueta da américa do Sul, e usou folhas verdes para dar a alusão às florestas e a conseqüência do consumo, com a frase: “Salve o Papel. Salve nosso Planeta.” Isso prova que a sobrevivência das florestas, está ligada com o consumo das pessoas. Por isso a criação de consciência ambiental é preciso urgentemente.
Advertising Agency: Saatchi & Saatchi, Copenhagen, Denmark Creative Director: Simon Wooller Art Directors / Copywriters: Cliff Kagawa Holm, Silas Jansson  Fonte: Rough

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s