redação

a vez dos redatores (ou psv crônicas)

Postado em

Mauro, Kelly e Cia estão mirabolando algo que achei duca* um espaço que valoriza os signos que dão origem a códigos que dão sentido, significados e significantes, “coisas” lingüisticas de primeira, ops… tecla SAP – um espaço pra soltar o verbo, enfim uma boa janela pra os novos talentos – segue release na íntegra. Enjoy:c) e fique ligado o PSV Cronicas vai ao ar nesta sexta. Sigam os bons no twitter.

PSVcrônicas. É pra soltar o verbo.

O PSV – Portfólio Sem Vergonha – é uma rede social que disponibiliza briefings variados e muito completos a fim de incentivar e ajudar os aspirantes a redação e direção de arte a montarem seu portfólio. Já são mais de 1.200 cadastrados entre estudantes de comunicação, estagiários e profissionais, que participam dos desafios e mandam suas peças para o júri avaliar.
Seguindo esta mesma metodologia, o PSV acaba de lançar o PSVcrônicas – o braço textual do Portfólio Sem Vergonha. A ideia é proporcionar o ponto de partida para a elaboração de textos dentro de um prazo determinado. Os textos recebidos serão respeitados e publicados no Crônicas, onde profissionais capacitados irão escolher o vencedor através dos quesitos: original, interessante, imaginativo e, obviamente, que obedeça as regras gramaticais.
A palavra – e toda sua gama de atrativos e atraídos – será a máxima do PSVcrônicas.
O primeiro desafio já começou. Veja no site o tema escolhido, envie seu texto e participe dessa disputa literária.

Dúvidas e informações, fale com a equipe PSVcrônicas:
@PSVsite @kellyveiga @joaopitanga @maurosergio @diegojock

até onde vai a sua criatividade?

Postado em Atualizado em

Caraca, olha que bacana estes anúncios! claro que a equipe é duca e sobre o diretor de criação sou suspeito em comentar que sou fã do cara, mas é perfect! a mensagem, a forma e o conteúdo sempre devem ser pertinentes. Volto a repetir algo que sempre digo no adtudo  e para meus alunos: – saber pilotar os softwares gráficos é um fundamento, mas a idéia tem que existir, adequada ao cliente, ao meio e ao público se teu domínios sobre o software ajudar melhor, o que ele não pode é atrapalhar  – enjoy :c)

panamercana1

panamercana2 panamercana3

Advertising Agency: AlmapBBDO, São Paulo, Brazil
Creative Directors: Marcello Serpa, Luiz Sanches, Dulcídio Caldeira
Copywriter: Andre Godoi
Art Director: Andre Gola
Producer: José Roberto Bezerra
Account Supervisors: Martha Almeida, Isabela Filippi
Advertiser’s Supervisor: Enrique Lipszyc
Published: February 2009

Zippo contra ataca

Postado em Atualizado em

Em tempos de responsabilidade sócioambiental em alta, percebe-se que os motivo para anunciar são incríveis, se você usa bic isqueiro, economiza 3000 palitos ou algo semelhante, ou seja, menos árvores abatidas seria a lógica e foi o argumento de venda por anos da bic chama. Acredito que esta foi uma das analogias mais fortes que me recordo. Agora, lembra do Wall-E? o anúncio abaixo te remete a algo? então,  Zippo bem posicionada ou reposicionada, dando o tom e se reinventando em épocas anti-tabagistas e de responsabilidade social, tenta qualificar ou desqualificar os “descartáveis” com sinônimo de lixo! o que você faria? pense em duas situações: 1a –  como agência, qual a saída para evitar essa propagação negativa contra a imagem do seu cliente e a 2a como cliente, mudo de ramo ou acredito que os descartáveis são necessários para o equilíbrio do planeta? think! enjoy:c)

zippo3

zippo2 zippo1

“Disposable. Just another word for garbage.”

Advertising Agency: BRUNNER, Pittsburgh, USA
Executive Creative Director: Jay Giesen
Creative Director / Art Director: Dave Vissat
Copywriter: Eric Schlauch
Photographer: Tom Cwenar, Pittsburgh
Retouching: Dwight Pritchett, Pittsburgh
Released: March 2009

Faltou dizer: Ah! você não fuma e não tem nad haver com isso! ok. Não é público alvo. Mas qual marca lhe parece mais simpática ou terá seu apreço?

a universalidade do pictograma

Postado em Atualizado em

caraca, nestes anúncios da Saatchi & Saatchi, Cape Town, South Africa,  dá para perceber que outros símbolos, códigos, substituem as letras do alfabeto e suas impressões semânticas, blá, blá, blá… ficou ducarai e dá pra entender em quase todos os idiomas, mesmo não entendendo o significado de algumas das placas, ou para que elas foram criadas para sinalizar ou comunicar. outra coisa, é complicado ser simples ou ser simples dá trabalho, mas é na simplicidade que as coisas mais interessantes estão, ou não, como diria Caê.  enjoy :c)

arrivealivecell2arrivealivedrunk3arrivealivespeed2

Advertising Agency: Saatchi & Saatchi, Cape Town, South Africa
Creative Director: Anton Crone
Art Director: Gareth Cohen
Copywriter: Rolf Fitschen
Published: February 2009

das antigas?

Postado em Atualizado em

Naum sei naum, mas tem um auxílio luxuoso do ócio criativo. redatores podem cortar os pulsos, diretores de arte, gelo no cotovelo… enjoy :c)

romtelrockpaperscissors romtelecomcomedy romtelecomcinema romtelbigbang

“Imagine this and you’re not even close to how fun the Internet from Romtelecom really is.”

Advertising Agency: Grey Bucharest, Romania
Creative Director: Claudiu Dobrita
Art Director: Octavian Toma
Copywriter: Alex Strimbeanu
Illustrator: Tzeno / Octavian Toma
Published: August 2008

ideia sem acento

Postado em Atualizado em

seria pensar em pé? ou ao caminhar? substituir o “trono” pelo chuveiro? você quem sabe. mas o assunto é sobre a Coca-cola ( não recebi sequer as fotos do landau do Biro Biro – ponto negativo para o atendimento da Coke) ela está de slogan novo Open Happiness – lendo a matéria do marcelo gripa no ADnews – reparei que ele sugere que o conceito virou slogan:

A informação foi divulgada pelo jornal americano The Wall Street Journal e diz que o novo slogan será “Open Hapiness” (algo similar a “Abra a Felicidade”). O novo conceito substituiria o atual “Viva o Lado Coca-Cola da Vida”, lançado há três anos.

ao meu ver e de alguns amigos que vez ou outra conversamos sobre o que vem a ser conceito em propaganda – pra ficar mais simples –   acreditamos que o slogan virar conceito acontece mas nem sempre, em geral o slogan tem vida útil maior que o conceito, e este por sua vez é que traz o approach, e o tema também não é conceito e nem slogam, o tema pode ser um “norte” dentro do conceito. então se pudessemos rotular ficaria assim, boa idéia publicitária = fortes Slogan+conceito+tema  ou  não como diria CaÊ! qual sua visão sobre isso? assista os dois filmes da coca depois me (nos) conte. enjoy:c)

saiba mais no ADnews, segue os 50 Slogans – Divirtam-se Palermo, Diego e Calderaro!

•    1886 – Drink Coca-Cola.
•    1904 – Delicious and refreshing.
•    1905 – Coca-Cola revives and sustains.
•    1906 – The great national temperance beverage.
•    1908 – Good til the last drop
•    1917 – Three million a day.
•    1922 – Thirst knows no season.
•    1923 – Enjoy life
•    1924 – Refresh Yourself
•    1925 – Six million a day.
•    1926 – It had to be good to get where it is.
•    1927 – Pure as Sunlight
•    1927 – Around the corner from anywhere.
•    1928 – Coca-Cola … pure drink of natural flavors.
•    1929 – The pause that refreshes.
•    1932 – Ice-cold sunshine.
•    1938 – The best friend thirst ever had.
•    1938 – Thirst asks nothing more.
•    1939 – Coca-Cola goes along.
•    1939 – Coca-Cola has the taste thirst goes for.
•    1939 – Whoever you are, whatever you do, wherever you may be, when you think of refreshment, think of ice cold Coca-Cola.
•    1942 – The only thing like Coca-Cola is Coca-Cola itself.
•    1948 – Where there’s Coke there’s hospitality.
•    1949 – Coca-Cola … along the highway to anywhere.
•    1952 – What you want is a Coke.
•    1956 – Coca-Cola … makes good things taste better.
•    1957 – Sign of good taste.
•    1958 – The Cold, Crisp Taste of Coke
•    1959 – Be really refreshed.
•    1963 – Things go better with Coke.
•    1969 – It’s the real thing
•    1971 – I’d Like to Buy the World a Coke
•    1975 – Look Up America. (US only)
•    1976 – Coke adds life.
•    1979 – Have a Coke and a smile
•    1982 – Coke is it!
•    1985 – America’s Real Choice
•    1986 – Red White & You (for Coca-Cola Classic)
•    1986 – Catch the Wave (for New Coke)
•    1987 – You Can’t Beat the Feeling.
•    1990 – Can’t beat the real thing. (US & Canada only)
•    1993 – Always Coca-Cola.
•    2000 – Enjoy.
•    2001 – Life tastes Good.
•    2003 – Real. (US & Canada only)
•    2003 – Make It Real. (UK & Republic of Ireland only)
•    2003 – As It Should Be. (Australia & New Zealand only)
•    2006 – The Coke Side of Life.
•    2008 – Live on the Coke side of Life

2009 – Open Hapiness

de olho na áfrica do sul

Postado em

Tenho várias impressões sobre a África do Sul, é um lugar que quero conhecer um dia. Uma dessas impressões é que tem muita coisa criativa rolando por lá, como este anúncio para a eveready, aqui conhecida pelos mais experientes como a pilha do gato. :C) enjoy

Advertising Agency: King James, Johannesburg, South Africa
Executive Creative Director: Alistair King
Creative Directors: Adam Livesey, Matthew Brink
Art Director: Greig Watt
Photographer: David Prior
Illustrator: Rob Frew
Copywriter: Jacques Shalom