cinema

tem coisas que me fazem ter saudades de sampa

Postado em Atualizado em

Além das pessoas que gosto muito e moram em sampa, é o fato de poder ter bem pertinho eventos como o étudoverdade. As infos abaixo são chupê-colê, como diria o Messa. mas a fonte étudoverdade. a parada rola até dia 18 em sampa e no rio.

Gostaria muito de assistir o doc. Uma Noite em 67

A final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, em 21 de outubro de 1967, prometia. Disputavam os principais prêmios Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil com os Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sergio Ricardo – que protagonizou a histórica quebra do violão no palco, depois da vaia à canção “Beto Bom de Bola”. Resgatando imagens de arquivo, com a apresentação de músicas como “Roda Viva”, “Alegria Alegria”, “Domingo no Parque” e “Ponteio”, o filme registra a explosão do tropicalismo, a radicalização de rachas artísticos e políticos em plena ditadura militar e a consagração de nomes que se tornaram ídolos até hoje no panorama musical brasileiro. Faz, assim, o balanço de uma época efervescente e da qualidade da geração que a liderou.

R: RENATO TERRA, RICARDO CALIL | DF: JACQUES CHEUICHE | C: JACQUES CHEUICHE | SD: VALÉRIA FERRO | S: dolby on | M: JORDANA BERG | Mu: – | Es: DENILSON CAMPOS | P: BETH ACCIOLY | PE: MAURICIO ANDRADE RAMOS, JOÃO MOREIRA SALLES | CP: VIDEOFILMES |

Filmografia do Diretor:
PRIMEIRO FILME DO DIRETOR
LAURA LIUZZI / CAROLINA BENEVIDES
LAURA@VIDEOFILMES.COM.BR

R: Roteiro – A: Animação – DF: Diretor de Fotografia – C: Operador de Câmera – SD: Som Direto – S: Som – M: Montagem – Mu: Música – ES: Editor de Som – P: Produtor – DP: Diretor de Produção – PE: Produtor Executivo – CP: Companhia Produtora.

Quem sabe assisto por aqui… um dia… enjoy 🙂

Anúncios

até 28 de agosto

Postado em Atualizado em

800px-Rio-CCBB

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio

É pessoas, se liguem que é até 28 de agosto no site do Banco do Brasil, as incrições de projetos aprovados por leis de incentivo e que precisam de apoio. Uma grande oportunidade.  Além dos CCBBs, Centros Culturais Banco do Brasil, há os projetos itinerantes entre outros. Fique ligado, acesse o site para conhecer o que o BB já fez e saiba um pouco mais sobre patrocínios, segue uma dica abaixo. enjoy ;c)

Patrocínio na Visão Banco do Brasil
O Banco do Brasil segue o disposto na Instrução Normativa SECOM/PR nº 01, de 08.05.2009, que conceitua patrocínio como o “apoio financeiro concedido a projetos de iniciativas de terceiros, com o objetivo de divulgar atuação, fortalecer conceito, agregar valor à marca, incrementar vendas, gerar reconhecimento ou ampliar relacionamento do patrocinador com seus públicos de interesse.” Para o Banco do Brasil, a tal conceito adiciona-se a necessidade de que sejam oferecidas ao patrocinador contrapartidas tangíveis e intangíveis que possibilitem a estimativa dos resultados a serem obtidos com ações de patrocínio.”

Mais informações acesse  BB.com.br ou patrocínios

tarantino’s minds

Postado em Atualizado em

Não posso deixar de postar este vídeo. Para cinéfilos e fãs de tarantino algo a se pensar, ver e rir.  no wikipedia – cita: – “Através dos roteiros de Quentin Tarantino é possivel notar que as histórias se passam num mundo paralelo e que as os personagens de seus filmes possuem elos entre si. Um exemplo disso são os irmãos Vega, Vicent Vega aparece em Pulp Fiction, já seu irmão Vic Vega é presente em Cães de Aluguel. Fãs mais fervorosos criam teorias a respeito de outros personagens, como é o caso de Rufus em Kill Bill vol.2 (Samuel L. Jackson) que consideram ser Jules Winnfield (também interpretado por Samuel L. Jackson) de Pulp Fiction, porém vivendo uma nova vida, com outro nome, em El Paso.” entre outras coisas e assuntos, tem 15 min, demora mas vale a pena. enjoy :c)

Faltou dizer – esta versão tem créditos –

quentin-tarantinoTarantino’s Mind – (Tarantino’s Mind, Brasil, 2007) – Gênero: Comédia, Drama, Policial – Duração: 15 min. – Tipo: Curta-metragem / Colorido  – Produtora(s): 300 ml, Hungry Man Rio -Diretor(es) / Directors – Selton Mello – Elenco / Cast  Selton Mello e Seu Jorge – Fotógrafo(s) / Cinematographers – Vitor Amatti – Montagem / Editors – Marcelo Moraes – Direção de Arte / Art Directors Cassio Amarante

simple

Postado em Atualizado em

Como o próprio texto diz é um cartaz de um curta. a idéia não é nova mas coube como uma luva. Enjoy :c)

theterroristpeople

Who’s the bigger enemy – Terrorists or our own paranoia and prejudices?
A short film directed, produced & edited by Sean Ascroft. Written by Sri Mogeri & David O’Sullivan. Starring Rick Cosnett and Craig Menaud.

Advertising Agency: Whybin\TBWA Sydney, Australia Creative Director: Garry Horner Creative Director: Matt Kemsley Art Director: Sean Ascroft Copywriters: Sean Ascroft, Srinath Mogeri Typographer: Chris Mawson Published: April 2009

7 faces of Dr. Lao

Postado em Atualizado em

seven_faces_of_dr_laoLendo a contracapa do DC me dei conta que esse filme era o bicho nas sessões da tarde da globo, concordo totalmente com a contracapa. Lembro que o encanto era tanto, e não imaginava que ele era mais velho que eu, este ano 45 voltas em torno do Sol como diria meu amigo Mário Motta. Você já assistiu a este filme? só por curiosidade. enjoy :c)

Chinês gentil e idoso (possui 7322 anos), Dr. Lao (Tony Randall) chega em Abalone, Arizona, com seu circo, que tem atrações únicas (o Abominável Homem das Neves, Merlin, Medusa, Pan, Apolônio de Tiana e outros seres fantásticos). Ele constata rapidamente que a cidade é dominada por um rico rancheiro, Clint Stark (Arthur O’Connell), que alega que em 6 meses não haverá água na cidade, pois o aqueduto está quase inutilizado e o conserto seria de US$ 237 mil. Assim Stark propõe comprar toda a cidade e só Ed Cunningham (John Ericson), o dono do jornal local, se opõe à idéia. Mas em poucos dias o Dr. Lao irá alterar a vida dos moradores de Abalone. fonte: adoro cinema

Uma parte do filme, bem o começo.

Para relembrar os personagens. enjoy :c) again

drlaofull1

Projeção 3D

Postado em Atualizado em

Outro dia um grupo de alunos me abordou para uma orientação quanto a uma estratégia usando a tecnologia 3D. 3D é de projeção e não de modelagem como fazem os softwares chamados de 3D, fato que me deixou intrigado. Como professor tem aquela máxima e correta atitude de responder não sei, mas vou procurar saber. O problema é que acabou o semestre e eu não trouxe a resposta – evidente que também desafiei os mesmos a encontrar a resposta. – Resultado, nenhum feedback, seja de minha parte ou da deles.

Bem, lendo o jornal da cidade me deparei com algumas informações interessantes. Uma delas é que só existem 6 salas de cimena 3d no Brasil, Três em Sampa, duas no Rio e uma em Floripa (será?). Meus pais assistiam em 1960 em salas de projeção comum. – Eita – Questionar o que lê é necessário amiguinhos, 3D. Inclusive e principalmente os blogs, mas posso falar pelo meu, questione e muito, sempre. Não convencido sobre a técnica busquei no “São Google” e olha que interessante.

Basicamente você precisa de um óculos 3d e um projeção com canais de cores dissimulados, como se fossem uma impressão fora de registro – pra quem não faz a mínima idéia do que seja isto – é quando algo sai errado na impressão e você consegue ver as cores ciano, magenta, amarelo e preto, além da imagem é claro.

Bem, resolver o óculos é fácil. o G1 facilita bastante.

sobre o que pesquisei, achei no clipping do clube da informática um material bacana com links para download, legal mesmo – o qual reproduzo aqui.

IMPORTANTE: acho que fiz caca: hoje 15/07/08 acessei o mesmo blog acima e tinha esta mensagem:

Site denunciado como foco de ataques! O site http://www.clubedainformatica.com.br foi denunciado como sendo um foco de ataques e foi bloqueado baseado em suas preferências de segurança. Focos de ataques são sites que tentam instalar programas que roubam informações pessoais, usam o seu computador para atacar outros ou danificam o seu sistema. Alguns destes sites intencionalmente distribuem software nocivo, mas muitos são comprometidos sem o conhecimento ou permissão de seus responsáveis. Portanto CUIDADO, I’m sorry, por isso retirei todos os links do post deles.

“O Plinio Cruz esclarece

Professor Robson, meu nome é Plínio Cruz, sou responsável pelo Clube da Informática, só queria esclarecer que nunca foi nossa intenção prejudicar ninguém, nosso servidor sofreu uma invasão por um hacker que deixou um código malicioso que se instalou em todos as páginas, tiramos o site do ar e revisamos tudo em questão de horas, mas o site só foi liberado três dias depois, após verificação do Google, que só faz a tal análise em datas determinas, por isso nosso acesso ficou restrito por alguns dias. Nosso site foi verificado pela Locaweb nossa atual hospedagem e está tudo normalizado. Abraço e parabéns pelo trabalho.” Para acessar os links, entre no blog deles. enjoy 20 de julho de 2008

O mês passado postei dois jogos aqui, dicas do amigo Eduardo Stuart, e em um deles, Trackmania Nations Forever, você tem a opção de utilizar óculos 3D. Depois de uma semana tentando comprar um, decidi fazer um com as dicas do próprio Stuart. Os dois arquivos PDF com a orientação e o gabarito, para você produzir um em casa mesmo, está disponível no site do Clube da Informática.

Depois do óculos em mãos fui jogar, é sensacional, o efeito de profundidade do game é maravilhoso, vale a experiência. Minha esposa, que nem é afeita a jogos, experienciou e acho muito interessante, e questionou seu funcionamento, fui na Internet buscar a explicação, achei a explicação para esse e ou outros tipos existentes no mercado. Isso mesmo, existem vários sistemas para que se obtenha a sensação de tridimensionalidade.

Anáglifo (óculos a duas cores): utilizam-se filtros de cores complementares, como vermelho e azul ou vermelho e verde. A imagem apresentada, por exemplo, em vermelho não é vista pelo olho que tem um filtro da mesma cor, mas se que vê a outra imagem em azul ou verde.

Este sistema, por seu baixo custo, emprega-se sobretudo em publicações e também em monitores de computador e no cinema. Apresenta o problema da alteração das cores, perda de luminosidade e cansaço visual após um uso prolongado. Normalmente o filtro vermelho é usado no olho esquerdo e o azul no olho direito.

Polarização: utiliza-se luz polarizada para separar as imagens da esquerda e da direita. O sistema de polarização não altera as cores, ainda que ocorra uma certa perda de luminosidade. Usa-se tanto em projeção de cinema 3D como em monitores de computador com telas de polarização alternativa. Hoje em dia é o sistema mais econômico para uma qualidade de imagem aceitável.

Alternativo: com este sistema se apresentam em seqüência e alternativamente as imagens esquerda e direita, sincronizadas com óculos dotados de obturadores de cristal líquido, de forma que cada olho vê somente sua imagem correspondente. A uma freqüência elevada, a piscada de olhos torna imperceptível o truque. A técnica é utilizada em monitores de computador, TV e cinemas 3D de última geração.

Então, espero ter ajudado e para o meu jornal da cidade, o qual sou assinante, que não quero nem dizer o nome com vergonha, pois me parece um “xupê-colê” da internet (cito tb agências de notícias entre outros) sem reflexão, consulta e análise por mais simples que seja – para o termo xupê-colê, dou os créditos para o Prof. Doc Messa, foi o primeiro que ouvi falar deste modo e para o jornaleco – Nota ZERO!. – Não esqueça: – Questione tudo, sempre – mas não deixe de buscar respostas e também novas perguntas!

Como vou jogar fora este jornal – mas vou colocá-lo na coleta seletiva de lixo reciclado -, deixe-me explicar: – Este post surgiu também de uma pergunta. No infográfico que tentava explicar como funciona a projeção 3D, na edição daquele jornal (sexta-feira dia 11/07/2008 página sete), dizia: “Durante as filmagens a captação é feita por câmeras com duas lentes…” aí pensei! Câmeras? a maioria dos filmes para projeção em salas 3Ds são animações feitas ou finalizadas digitalmente. Como colocaria duas lentes na câmara? Se o Cachorro ler isto, acho que ele pode me ajudar a decifrar esta parada.

Enjoy!


uma força para o cinema nacional

Postado em Atualizado em

Pessoas, recebi este e-mail e repasso na íntegra. O filme parece ser bom. Vou conferir – enjoy

Amigos,
em dez dias lanço meu primeiro filme de longa-metragem, CORPO, que fiz com Rosana Foglia. Foi uma aventura maluca, que consumiu cinco anos intensos e insanos de trabalho. Mas valeu a pena, o filme tá DEMAIS!!! É um quebra-cabeças POP sobre a morte (entre outras coisas). Tenho certeza que vocês vão adorar. Mas para o filme sobeviver e não ser exterminado prematuramente, é muito importante que vocês assistam na primeira semana. Pois é aí que se determina a permanência do filme.

Marquem em suas agendas, 30 de Maio, nos melhores cinemas.
Compareçam! Falem para seus amigos! Coloquem em suas listas! Espalhem!!! Gritem!! CORPO!!! CORPO!!!!

Não temos grana para publicidade, nossa verba são os amigos e a rede.
ah, o trailer já está disponível no youtube, pelo link
entrem e se deliciem.
beijos,
rubens rewald