convergência digital

drumbeat – um sentido a mais à colaboração

Postado em

Sábado, Dia 22 de Maio 14hs as 19hs no Coisas de Maria e João, Geral do Sambaqui, 1172 – Florianópolis/SC

Se você ama a internet, pode se perguntar: a web vai permanecer tão interessante, criativa e inventiva quanto é hoje daqui a 100 anos?

A Fundação Mozilla, criadora do Firefox, pensa que a internet pode e *deve* ser assim no futuro – mas, pra isso, ela deve permanecer aberta e livre. Para que ninguém não tenha que pedir permissão na hora de criar projetos na internet (nem a governos, nem a empresas). Para que ninguém tenha seu acesso piorado ou bloqueado quando estiver compartilhando cultura e conhecimento. Para que haja menos interesses políticos ou de mercado, e mais interesse público na rede.

É por isso que estamos começando a Batucada, uma iniciativa Mozilla Drumbeat no Brasil. Drumbeat é uma comunidade global que convida professores, artistas, advogados, cineastas e outros que usam a Internet no seu cotidiano para fazerem coisas que tornam a web melhor, e que ajudem a mantê-la aberta por um longo tempo. Já pensou em contribuir para traduzir o conteúdo da internet – inclusive o que está em vídeo – para português e várias outras línguas? Ou então ajudar as pessoas a entenderem melhor as questões da privacidade na rede? Ou produzir arte e cultura para festejar a abertura da web? Ou educar estudantes e outros públicos sobre a internet aberta? Queremos que você se envolva e participe da nossa versão tupiniquim da Drumbeat, a Batucada. E por isso estamos realizando um evento na sua cidade – assim você nos conta o que acha da história e juntos pensamos como podemos contribuir com essa causa.

Off e online, estamos construindo uma nova comunidade, que inclui nerds e geeks, mas também professores, artistas, designers, blogueiros, advogados e mesmo pessoas legais do governo. Venha para a Batucada Florianópolis aprender como você pode ajudar a manter a Internet aberta, ou então venha mostrar aos outros o que você já está fazendo pela web!

Confira a Agenda Batucada Florianópolis, e fique a vontade para adicionar um tema para discussão, editando diretamente nessa página, ou enviando um e-mail para mozilla-drumbeat-brasil@googlegroups.com

Só mais uma coisa: a comunidade global Drumbeat também apoia projetos de web aberta que trabalham com tornam a Internet mais aberta e livre.  Confira os projetos existentes ou crie/registre o seu em www.drumbeat.org/projects (por enquanto só em Inglês).

Venha para a Batucada para aprender, colaborar, ou mesmo propor um novo projeto de internet aberta.

Os eventos Batucada (como outros da comunidade Mozilla Drumbeat), são:

  • Ativos e participativos: nós vamos estar fazendo e construindo a internet aberta.  Menos conversa, mais ação!
  • Um convite para as pessoas que amam a Web, mas não são necessariamente nerds ou geeks.  Como parte da Batucada, as pessoas podem fazer muito mais do que software.  Videos, legendas em várias línguas, música, peças de arte, projetos de design, cursos, livros e muito mais!
  • Oportunidades para construir redes locais de pessoas apaixonadas pela web e para compartilhar o seu trabalho local com uma comunidade global.
Venha preparado para compartilhar sua visão para o futuro da Web, para contar os desafios que a internet propõe ou soluciona no seu trabalho e nos seus projetos de vida, e para dividir idéias de novos projetos que enfrentem esses desafios. Mais importante ainda, venha preparado para colaborar e construir a internet aberta!

O que? Drumbeat Florianópolis
Quando? 22 de Maio – 14hs as 19hs
Onde? Coisa de Maria e João, Geral do Sambaqui, 1172 – Florianópolis/SC

Atenção:
Para confirmar sua participação, preencha o formulário em http://moourl.com/drumbeatfloripa

Contamos com a sua participação! Até lá 😉

até 28 de agosto

Postado em Atualizado em

800px-Rio-CCBB

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio

É pessoas, se liguem que é até 28 de agosto no site do Banco do Brasil, as incrições de projetos aprovados por leis de incentivo e que precisam de apoio. Uma grande oportunidade.  Além dos CCBBs, Centros Culturais Banco do Brasil, há os projetos itinerantes entre outros. Fique ligado, acesse o site para conhecer o que o BB já fez e saiba um pouco mais sobre patrocínios, segue uma dica abaixo. enjoy ;c)

Patrocínio na Visão Banco do Brasil
O Banco do Brasil segue o disposto na Instrução Normativa SECOM/PR nº 01, de 08.05.2009, que conceitua patrocínio como o “apoio financeiro concedido a projetos de iniciativas de terceiros, com o objetivo de divulgar atuação, fortalecer conceito, agregar valor à marca, incrementar vendas, gerar reconhecimento ou ampliar relacionamento do patrocinador com seus públicos de interesse.” Para o Banco do Brasil, a tal conceito adiciona-se a necessidade de que sejam oferecidas ao patrocinador contrapartidas tangíveis e intangíveis que possibilitem a estimativa dos resultados a serem obtidos com ações de patrocínio.”

Mais informações acesse  BB.com.br ou patrocínios

conceito

Postado em Atualizado em

eita palavrinha difícil de conceituar em publicidade… uns autores 0 chamam de tema outros conceito, vai entender, mas é algo que quando você encontra é uma felicidade só, não falo do ponto G, mas sim do conceito mesmo. quando ele é pertinente maravilha, é só desdobrar a arte, ele está ali, para te ajudar, dar o norte, o tom a cor. ah! mais uma coisa, ele também em geral vale para uma campanha e tem vida mais curta que o slogan, que é outro assunto. enfim, boa sorte na busca de seus conceitos nas campanhas. enjoy :c)

PringlesPepper

pringlesonion

PringlesCheese

Surprisingly crispy.

Advertising Agency: Grey Hong Kong / Grey Singapore – Executive Creative Directors: Keith Ho, Koh Hwee Peng – Creative Directors: Keith Ho, Brian Ma, Alfred Wong, Koh Hwee Peng – Art Directors: Koh Hwee Peng, Brian Ma, Leo Yeung – Copywriters: Alfred Wong, Tony Chan  fonte: adsoftheworld

twitter x blogs

Postado em

Uma coisa que me intrigou foi que ao testar e aprovar o twitter, percebi que a quantidade de comentários nos posts ficou medíocre, ou seja, abaixo da média, em contrapartida houve um crescimento sensível no número de acessos. É legal ter audiência? alguns dizem que é vital, mas para mim a interação é vital. uma interação ou interatividade com 140 caracteres de cada vez é bacana mas perde-se muito em conteúdo. Follow me… para onde? antes, vamos ouvir uma boa opinião sobre redes sociais (neste caso digitais), as analógicas, se assim podemos chamar, sempre existiram com sua excludência ou acessibilidade.

Pesquisei um pouco e percebi que é mais fácil ter audiência no Twitter que no Blog, como? penso em várias alternativas, mas chamo a atenção para o Post do Major Nelson, é de rolar de rir ou chorar, você escolhe. Não sei se é somente uma paródia visual, mas não duvido que seja por aí. O Angeli fez uma tira do velho Wood que dizia a seguinte mensagem. “O Problema do jovem é acreditar que o mundo começou no dia em que ele nasceu”, ou algo parecido, eu pensei assim por um longo tempo. bem, vou retomar a discussão ou monólogo, vai depender dos comentários. Ah! vou deixar uma deixa de uma matéria do Zeca Camargo no Fantástico. Enjoy :c)

pessoas conectadas

Postado em

A Vivo apresenta nova campanha institucional que mostra a importância de se estar conectado para melhor aproveitar as oportunidades, revelar talentos e fazer acontecer. A ação publicitária, intitulada Pai e Filho (www.youtube.com/vivo), é composta por um mix de comunicação com peças para TV, mídia impressa e internet, e aproveita para reforçar, no caso do impresso, a oferta vigente do serviço de banda larga móvel, Vivo Internet 3G, com preços promocionais de R$ 24,95. (será que chega aqui em floripa?) Desenvolvida e criada pela agência Africa, a iniciativa faz parte da nova fase de comunicação da empresa, que adotou recentemente a assinatura Conexão como Nenhuma Outra. O filme narra uma situação possível em que a conexão em rede pode ajudar a abrir portas no campo pessoal ou profissional. O roteiro traz a história de um pai, recém desempregado, que tem como hobby montar cadeiras. Ajudado pelo filho, que começa a distribuir imagens dos produtos através de sua rede de contatos, percebe-se que o talento é logo transformado em oportunidade de negócios. “Queremos demonstrar o potencial da conexão para se viver melhor e poder mais. Por meio do exemplo de uma situação possível, levamos esse conceito de forma fácil e interessante ao público”, afirma Cris Duclos, Diretora de Imagem e Comunicação da Vivo. Outro meio de divulgação da campanha é o hotsite criado especialmente para a ação – ww.vivo.com.br/conexaocomonenhumaoutra – onde é possível conhecer mais sobre a campanha inclusive o making of do vídeo e outras outras ações que darão suporte ao conceito.

FICHA TÉCNICA FILME – Título: Filho – Duração: 1 x 60”, 1X30”, 1X5”,1X3” – Anunciante: Vivo – Produto: Institucional – Agência: Africa – Criação: Sérgio Gordilho, Cassio Zanatta, Flavio Waiteman, Humberto Fernandez – Diretores de criação: Nizan Guanaes, Sérgio Gordilho, Cassio Zanatta – Produção/agência: Daniela Andrade, Francisco Oliveira  – Atendimento: Marcio Santoro, Renata Brasil, Paulo Celso Freitas, Mauro Sato, Flávia Godoy – Planejamento: Pedro Cruz, Joana Cortez – Mídia: Luis Fernando Vieira, Fábio Freitas, Ronaldo Lúcio Silveira – Produtora/filme: Killers – Direção/filme: Claudio Borrelli – Produção/filme: Julia Tavares e Equipe – Diretor de fotografia: Ted Abel
Atendimento: Julia Tavares – Montagem / Edição: Claudio Borrelli, Marcelo Cavalieri – Pós-produção: Tribbo Post
Finalização: Andreia Figueiredo – Produtora/som: A9 Áudio – Produção/som: Apollo 9 – Locução: Renan Bega
Aprovação/cliente: Roberto Lima, Hugo Janeba, Cristina Duclos, Marina Daineze – Data da primeira inserção: 20/05

simple

Postado em Atualizado em

Como o próprio texto diz é um cartaz de um curta. a idéia não é nova mas coube como uma luva. Enjoy :c)

theterroristpeople

Who’s the bigger enemy – Terrorists or our own paranoia and prejudices?
A short film directed, produced & edited by Sean Ascroft. Written by Sri Mogeri & David O’Sullivan. Starring Rick Cosnett and Craig Menaud.

Advertising Agency: Whybin\TBWA Sydney, Australia Creative Director: Garry Horner Creative Director: Matt Kemsley Art Director: Sean Ascroft Copywriters: Sean Ascroft, Srinath Mogeri Typographer: Chris Mawson Published: April 2009

sobre aquecimento global

Postado em Atualizado em

Quando se fala ou se cria uma guerrilha, não se deve deixar de considerar além da mensagem é claro, a localização geográfica, costumes e aspectos psicográficos do seu plúblico-alvo. Mas o tema que aborda 50 graus você pode me dizer: – é pra todo mundo!, sim, mas se essa ação ocorresse em uma cidade litorânea, não haveria, creio eu, grande impacto, então não seria todo mundo certo? e sim pessoas que moram distante do mar ok? não ainda, não haveria sentido fazer isso onde não se tenha acesso à internet, onde o produto  está entende? se essa ação ocorresse na aldeia ou reserva raposa serra do sol, ainda assim não teria tanto impacto… o foco são metrópoles? as pessoas que ali transitam? chegamos a uma parte do aspecto psicográfico vai por ai leia Karsaklian que é um caminho bem bom. Sobre a guerrilha ou mkt direto. grande ação. Enjoy :C)

50graus29404

tipo: marketing direto titulo: Barcos criação: Juliana Uchôa/ Fábio Brígido/ Bruno Oppido direção de criação: Fabio Fernandes/ Eduardo Lima artebuyer: Cristiano Godoy/ Edna Bombini produção gráfica: Jomar Farias agência: F/Nazca Saatchi & Saatchi anunciante: 50graus produto: Institucional mídia: Fernanda Delamare fotografia: Bruno Rondinelli data de veiculação: 2009-03-01