tecnologia

de tweet em tweet

Postado em Atualizado em

Imperdível… vou aplicar prova nesse dia e não tenho ainda como estar em dois lugares ao mesmo tempo.
Mas para quem me acompanha no blog, passa lá que vai ser demais! lembro que a incansável Carol se joga de cabeça naquilo que ela curte, gosta, acredita e principalmente sabe! Bacana como uma pergunta gera outras perguntas que geram assuntos maravilhosos para livros, esse é um belo exemplo. Carolina, sucesso, ainda quero minha versão autografada e tals.

Anúncios

drumbeat – um sentido a mais à colaboração

Postado em

Sábado, Dia 22 de Maio 14hs as 19hs no Coisas de Maria e João, Geral do Sambaqui, 1172 – Florianópolis/SC

Se você ama a internet, pode se perguntar: a web vai permanecer tão interessante, criativa e inventiva quanto é hoje daqui a 100 anos?

A Fundação Mozilla, criadora do Firefox, pensa que a internet pode e *deve* ser assim no futuro – mas, pra isso, ela deve permanecer aberta e livre. Para que ninguém não tenha que pedir permissão na hora de criar projetos na internet (nem a governos, nem a empresas). Para que ninguém tenha seu acesso piorado ou bloqueado quando estiver compartilhando cultura e conhecimento. Para que haja menos interesses políticos ou de mercado, e mais interesse público na rede.

É por isso que estamos começando a Batucada, uma iniciativa Mozilla Drumbeat no Brasil. Drumbeat é uma comunidade global que convida professores, artistas, advogados, cineastas e outros que usam a Internet no seu cotidiano para fazerem coisas que tornam a web melhor, e que ajudem a mantê-la aberta por um longo tempo. Já pensou em contribuir para traduzir o conteúdo da internet – inclusive o que está em vídeo – para português e várias outras línguas? Ou então ajudar as pessoas a entenderem melhor as questões da privacidade na rede? Ou produzir arte e cultura para festejar a abertura da web? Ou educar estudantes e outros públicos sobre a internet aberta? Queremos que você se envolva e participe da nossa versão tupiniquim da Drumbeat, a Batucada. E por isso estamos realizando um evento na sua cidade – assim você nos conta o que acha da história e juntos pensamos como podemos contribuir com essa causa.

Off e online, estamos construindo uma nova comunidade, que inclui nerds e geeks, mas também professores, artistas, designers, blogueiros, advogados e mesmo pessoas legais do governo. Venha para a Batucada Florianópolis aprender como você pode ajudar a manter a Internet aberta, ou então venha mostrar aos outros o que você já está fazendo pela web!

Confira a Agenda Batucada Florianópolis, e fique a vontade para adicionar um tema para discussão, editando diretamente nessa página, ou enviando um e-mail para mozilla-drumbeat-brasil@googlegroups.com

Só mais uma coisa: a comunidade global Drumbeat também apoia projetos de web aberta que trabalham com tornam a Internet mais aberta e livre.  Confira os projetos existentes ou crie/registre o seu em www.drumbeat.org/projects (por enquanto só em Inglês).

Venha para a Batucada para aprender, colaborar, ou mesmo propor um novo projeto de internet aberta.

Os eventos Batucada (como outros da comunidade Mozilla Drumbeat), são:

  • Ativos e participativos: nós vamos estar fazendo e construindo a internet aberta.  Menos conversa, mais ação!
  • Um convite para as pessoas que amam a Web, mas não são necessariamente nerds ou geeks.  Como parte da Batucada, as pessoas podem fazer muito mais do que software.  Videos, legendas em várias línguas, música, peças de arte, projetos de design, cursos, livros e muito mais!
  • Oportunidades para construir redes locais de pessoas apaixonadas pela web e para compartilhar o seu trabalho local com uma comunidade global.
Venha preparado para compartilhar sua visão para o futuro da Web, para contar os desafios que a internet propõe ou soluciona no seu trabalho e nos seus projetos de vida, e para dividir idéias de novos projetos que enfrentem esses desafios. Mais importante ainda, venha preparado para colaborar e construir a internet aberta!

O que? Drumbeat Florianópolis
Quando? 22 de Maio – 14hs as 19hs
Onde? Coisa de Maria e João, Geral do Sambaqui, 1172 – Florianópolis/SC

Atenção:
Para confirmar sua participação, preencha o formulário em http://moourl.com/drumbeatfloripa

Contamos com a sua participação! Até lá 😉

você está no olho do furacao

Postado em Atualizado em

Prepare-se, usar eco bag é só o princípio. Reveja suas práticas cotidianas e seu consumo. Estamos em uma época comparada ao Renascentismo e a Revolução Industrial ou seja de mudanças extremas na economia, na sociedade mas fique atento: – estamos em transição. As mudanças não ocorrem por decreto ou por datas agendadas e sim por fatos históricos e para seu governo daqui a 20 anos vamos falar do sucesso ou fracasso de nossos atletas na copa do mundo ou das olimpíadas no Brasil e você vai lembrar de você e de suas atitudes, as mesmas que farão a diferença no mundo nos próximos anos, como dizem alguns de meus alunos: – “Ah! ce tá falando do efeito borboleta”, pode ser, se você entender que este seja o melhor significado para você ou gaia ou estamos todos conectados (antes mesmo da internet). Como dica de leitura sugiro o livro Necessary Revolution de Peter Senge e colegas. Ele autor do livro a 5º disciplina, promete sacudir as estruturas novamente. Kioto, Eco 92 e Rio+10 entre tantas é só o início. Prepare-se.

Curiosidades sobre o autor:

“As escolas de negócios são, de modo geral, verdadeiros desastres.”

É assim que Peter Senge, há décadas professor da Sloan School of Management do Massachusetts Institute of Technology (MIT), qualifica o atual sistema de ensino mundial. Para ele, o sistema ignora as especificidades dos negócios não permite que surjam inovações e desconsidera as demandas locais por mudanças.

Fonte: MKM consulting’s Weblog para saber mais acesse.

Veja o que te espera ou não – enjoy:)

“Why so serious?”

Postado em Atualizado em

Esse post é em especial para meu dupla e amigo batmaniac Diego  Moreau – do perdiessaaula, por falar nisso, caro leitor, “se liga” que o perdiessaaula prepara grandes novidades. enjoy:C) – pra ti Dieguito! Ah! o texto abaixo está na íntegra, o blog faz um excelente cobertura. Acompanhe a entrevista exclusiva ao Terra com Alex Lieu, diretor de criação da 42 Entertainment.

whysoseriousinterna

Juanjo Montanary, especial para o Terra – Direto de Cannes (

Muitos meses antes de “O Cavaleiro das Trevas” (Dark Knight) se tornar um sucesso de bilheteria, seus responsáveis já sabiam que estavam diante de algo mais do que um típico filme de super-heróis. O próximo passo foi dizer isto ao resto do mundo. Tal missão foi confiada à 42 Entertainment, uma agência especializada em fazer coisas nunca antes feitas e que já havia chamado a atenção de toda a indústria com campanhas revolucionárias para o game “Halo” ou o lançamento do álbum “Year Zero” da banda Nine Inch Nails (ganhadora do Grand Prix de Cannes em 2008), entre outras.

A 42 desenvolveu a famosa campanha “Why so serious?” (Porque tão sério?), visando se destacar em um mundo saturado de mensagens convencionais. A agência criou um imenso jogo multimídia, centrado na internet e desenvolvido no mundo real, para que todos os envolvidos participassem e terminassem se sentindo cidadãos de Gotham, a cidade de Batman. Entre suas conquistas, a campanha conseguiu reunir 250 pessoas atrás de pistas em um parque de San Diego, nos EUA, recebeu fotos de famílias de 56 diferentes países, vestidas como o Coringa e, em resumo, impactou de forma não convencional mais de 10 milhões de pessoas.

Acompanhe a entrevista exclusiva ao Terra com Alex Lieu, diretor de criação da 42 Entertainment:

Vocês já realizaram campanhas para nomes conhecidos como Batman, Halo e Nine Inch Nails. Como vocês realizam seu trabalho quando não há um gancho tão famoso?

Nós não precisamos de uma marca estabelecida, mas de poder identificar um público que tenha uma verdadeira paixão por algo, e assim nos certificamos de tocar sutilmente esta paixão. Por exemplo, se você deseja fazer algo relacionado ao futebol, existe um público que carrega uma enorme paixão e você pode encontrá-los falando diariamente do tema em muitos sites da web. Este é um ótimo exemplo de público com o qual é possível trabalhar e se destacar, proporcionando uma divertida experiência que pode fazer parte de forma nunca antes experimentada.

Pode-se dizer que consiste basicamente em plantar uma semente em uma comunidade e em seguida essa comunidade a faz crescer?

Sim e não. Nem sempre recorremos a comunidades ou fóruns de outras pessoas para plantar as sementes. O que fazemos é lançar as coisas e descobrir organicamente os sites em que se fala sobre o tema. Isso às vezes torna nosso trabalho mais difícil, pois temos que onde essas conversas e fóruns foram desenvolvidos, porém é normalmente algo que cresce muito rapidamente.

Após um sucesso tão grande como o “Why so serious?”, vocês aplicarão a mesma estratégia a outras campanhas?

Existem algumas estratégias centrais que estão sempre em nossa forma de pensar, mas aprendemos ao longo do tempo que há coisas que funcionam muito bem e outras que nem tanto. E os clientes não querem fazer a mesma coisa que antes. Por isso, somos sempre obrigados a proporcionar algo diferente e único, ainda que compartilhe o conhecimento e aprendizado que tivemos. Além disso, nós nos dirigimos a diferentes públicos e alguns deles ainda não tiveram a experiência real de ser convidado para um jogo e encontrar as pistas no mundo real.

Vocês estão especializados em públicos jovens? Deve ser difícil mobilizar públicos mais velhos para que façam coisas como se vestir de Coringa.

Bem, esse é um exemplo extremo do que fizemos, e foi algo interessante na forma de contar a história. Na internet, você pode ter contato pessoas muito apaixonadas e demograficamente mais diversificadas do que se pensa. Com O Cavaleiro das Trevas, tivemos um ótimo equilíbrio entre os públicos masculino e feminino. A princípio, ficamos surpresos com as campanhas do Halo, do Nine Inch Nails e especialmente com O Cavaleiro das Trevas, pois se supõe que sejam coisas destinadas especialmente aos jovens do sexo masculino entre 15 e 25 anos, e sem dúvida temos esse público, mas esse público se estende muito além, pois as pessoas gostam de se verem envolvidas em histórias, construir coisas em conjunto, trabalhar em comunidade e todos gostam de falar.

twitter x blogs

Postado em

Uma coisa que me intrigou foi que ao testar e aprovar o twitter, percebi que a quantidade de comentários nos posts ficou medíocre, ou seja, abaixo da média, em contrapartida houve um crescimento sensível no número de acessos. É legal ter audiência? alguns dizem que é vital, mas para mim a interação é vital. uma interação ou interatividade com 140 caracteres de cada vez é bacana mas perde-se muito em conteúdo. Follow me… para onde? antes, vamos ouvir uma boa opinião sobre redes sociais (neste caso digitais), as analógicas, se assim podemos chamar, sempre existiram com sua excludência ou acessibilidade.

Pesquisei um pouco e percebi que é mais fácil ter audiência no Twitter que no Blog, como? penso em várias alternativas, mas chamo a atenção para o Post do Major Nelson, é de rolar de rir ou chorar, você escolhe. Não sei se é somente uma paródia visual, mas não duvido que seja por aí. O Angeli fez uma tira do velho Wood que dizia a seguinte mensagem. “O Problema do jovem é acreditar que o mundo começou no dia em que ele nasceu”, ou algo parecido, eu pensei assim por um longo tempo. bem, vou retomar a discussão ou monólogo, vai depender dos comentários. Ah! vou deixar uma deixa de uma matéria do Zeca Camargo no Fantástico. Enjoy :c)

desafio philips Walita

Postado em Atualizado em

Pessoas, recebi esse release e repasso aos leitores para informar a vocês sobre essa novidade da Philips Walita. Confesso que quando entrei no site me senti num “dejavu”, o site vai e vem e não diz nada da parada do desafio. Qual é o desafio? Para mim foi responder uma pesquisa em duas partes… um pouco mais chato do que esperava. Enfim o release é bem completo e logo após postei o vídeo para você entender melhor do que se trata. Achei corajoso e deixa a gente com uma vontade de ver de perto isso – Thanks Sandra Azedo

Uma nova campanha chamada “Desafio Philips Walita” vai ao ar a partir de sexta-feira (24). Desta vez, o destaque fica por conta da centrífuga Juicer e outros eletrodomésticos da Philips Walita. Num filme de 30 segundos, com o tema “Faça você o teste”, a cantora Ivete Sangalo apresenta os eletrodomésticos e convida os consumidores a comprovarem a qualidade dos produtos da marca, que podem ser testados em alguns pontos-de-venda a partir de hoje (23). Toda a campanha foi criada pela Africa.

O filme “Desafio Philips Walita” resgata a estratégia usada pela empresa no ano passado, quando foi lançada a campanha “Desafio Philips”, que comparava as TVs da marca com mais duas concorrentes. Agora, o teste será feito pelos consumidores diretamente nas lojas. A campanha atual também faz parte de uma estratégia mundial, chamada “Philips, of course”. Assim como no Brasil, a partir de hoje mais de 10 mil lojas, em 36 países, passam a oferecer a possibilidade de testes dos produtos. Simultânea também é a estreia do filme, que por aqui recebeu algumas modificações: foi feito localmente, com uma personalidade brasileira e mostra produtos vendidos no mercado nacional (TV, barbeadores, depiladores elétricos e mini-system, entre outros).

“Convidamos os consumidores a conferirem e experimentarem os atributos de nossos produtos, fazendo com que confirmem sua qualidade e praticidade. Assim, o filme reforça diversos benefícios que a Philips oferece. E, ao mesmo tempo, proporciona reconhecimento de uma campanha que foi muito bem-sucedida no Brasil em 2008, com o teste comparativo de TVs. A campanha se tornou referência e foi adaptada para o mote de marketing global integrado”, diz o vice-presidente de marketing da Philips, Fabio Di Giammarco.

A campanha é composta por filme de 30 segundos (para TV aberta e paga), peças de PDV e internet. Também vai ao ar o hotsite http://www.desafiophilips.com.br, no qual o consumidor encontrará informações sobre os produtos envolvidos na ação, imagens em três dimensões, além de outros detalhes de toda a linha que a Philips oferece. Será veiculada no Estado de São Paulo e Rio de Janeiro (Capital). Para mais informações no Brasil, acesse: www.desafiophilips.com.br.

enjoy ;c)

além da tecnologia, é instinto.

Postado em Atualizado em

Africa mandando bala novamete, com essa campanha matadora! Nova campanha reforça tecnologia e sofisticação do Mitsubishi Pajero Full 2009.

mitsubishi_rino

mitsubishi_horse

A Mitsubishi Motors apresenta, a partir do dia 06 de março, a sua primeira campanha institucional do ano de 2009. Desta vez, o destaque fica por conta da inovação e tecnologia do Mitsubishi Pajero Full. O objetivo da campanha é apresentar a tecnologia AWC-R e também as mudanças do veiculo. A campanha conta com um filme de 45 segundos (com versões de 30” e 5”) para TV a cabo, dois anúncios para revistas no formato página tripla, spots de rádio, peças de internet, e-mail marketing para rede de concessionários e ainda um anúncio especial na MitRevista que será enviada para o mailing específico de Pajero Full, com uma flanela de veludo encartada. “Este é um produto de prestígio, que estabelece o padrão da marca Pajero e da tecnologia Mitsubishi”, ressalta Carolina Barretto, diretora da conta da montadora na Africa. Ao som de “Danúbio Azul”, o filme mostra o veículo em detalhes.  A locução destaca a eficiência do sistema AWC-R, exclusivo da marca Mitsubishi, através de sensores o carro percebe o tipo de piso, a força de frenagem, as reações do motorista e protege os ocupantes de algum imprevisto, sem que o motorista acione qualquer botão. Para exemplificar instinto de reação do carro, ao final do filme aparece a figura de um rinoceronte, entre a carroceria e as rodas, e a locução diz: “Quando um automóvel reage sozinho para proteger você é mais do que tecnologia, é instinto”.

O anúncio de revista tem três páginas. Todas elas mencionam os benefícios do sistema AWC-R. Uma traz um rinoceronte entre a carroceria e os pneus do veículo, outra, cavalos, e a terceira dá novos detalhes do veículo, como a Nova grade cromada Cool Max, as Novas rodas de liga leve aro 18’’ e o moderno novo sistema Multimídia Power Touch que inclui som, GPS e DVD.

É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem.

FICHA TÉCNICA – MÍDIA IMPRESSA

Agência: Africa
Anunciante: Mitsubishi Motors do Brasil

Produto: Mitsubishi Pajero Full

Diretores de criação: Nizan Guanaes, Sergio Gordilho, Marcelo Aragão, Flavio Waiteman e Humberto Fernandez
Criação:  Flavio Waiteman e Humberto Fernandez

Atendimento: Marcio Santoro, Carolina Barreto, Agatha Nadolsky e Marina Freitas
Planejamento: Pedro Cruz, Marcia Rosenberg e Marcus Sarkis Calil

Mídia: Luiz Fernando Vieira, Fábio Freitas, Eduardo Shinohara e Rafael Yunes
Fotografia: Platinum

Art Buyer: Patricia Benetti, Andrea Mancini e Stella Forlevizze
Produção gráfica: Luis Carlos Pedrosa e Marcelo Duprat

Aprovação/cliente: Renata de Souza Ramos, Corinna de Souza Ramos e Letícia Mesquita